Ponto de situação sobre protecção de dados pessoais

CFA analisou o regime da protecção de dados pessoais e aponta oportunidades de negócio neste novo recurso em evento organizado pelo Capitulo Angola da World Compliance Association. 

A jurista Rute Santos destacou que os “dados” são o novo “petróleo” e constituem uma oportunidade de negócio no mundo moderno, para o qual Angola já se está a preparar. As empresas nacionais que tratam de dados pessoais, quer sejam de angolanos, quer sejam de clientes, prestadores, fornecedores ou parceiros estrangeiros, precisam adaptar-se ao regime de protecção de dados que já existe e deverá ser reforçado em breve com a entrada em funcionamento da Agência de Protecção de Dados. 

Sobre esta matéria a nível mundial, Angola integra o pelotão da frente com a lei 22/11, de 17 de Junho, sendo um dos países com a legislação mais avançada sobre protecção de dados e em cujo desenvolvimento o Prof. Doutor Carlos Feijo (fundador do CFA) teve um papel importante.

English EN Portuguese PT